segunda-feira, junho 25, 2012

DOR (23/12/02)


O amor ficaste triste em noite fria,se perdia e por nada sorria
Já não era forte como antes,já não tinha o mesmo vigor
Aguardava caminhos de um coração,ficava preso em lugares que não queria
Doente a cada minuto,sem o brilho que o tempo furtou.

O amor ficaste triste em noite fria,se perdia e por nada sorria
Se extinguia aos poucos sem avisar,afundado em lágrimas ele chorou
Que pena era vê-lo assim,fraco e desgastado me parecia
É tão necessário em nossas vidas,mas sem chance alguma ele piorou.

O amor ficaste triste em noite fria, se perdia e por nada sorria
Andava lento em pensamentos vazios, com passos indecisos e sem calor
Caminhava longe sem destino , as malas prontas e a cabeça não se erguia
Estava sozinho na árdua estrada, e queimando por dentro a indesejada dor.

O amor ficaste triste em noite fria,se perdia e por nada sorria
Cego ali jogado já não pôde falar,entregue ao esquecimento ele não lutou
Arrastando pelo chão quis suplicar,as forças eram insuficientes e os olhos não mais via
O mundo nunca mais será o mesmo,pois do amor nada mais restou.
Alexsandro Menegueli Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário