segunda-feira, junho 25, 2012

ÁPICE DA ALEGRIA (02/07/04)

Amor que nunca sentirás ira
Em nenhum momento viverás em mentira
Por causa do acúmulo de verdades que há.
Ficaste contente em noite chuvosa
Reparei em detalhes o quanto és formosa
Como ondas perfeitas a beijarem o mar.

Amor que nunca ficarás fraco
Contra a correnteza o nosso forte barco
Desvencilha de troncos rumo ao cais.
Deslumbra a todos com a sua liberdade
De expressar na mais pura verdade
Sentimentos verdadeiros que o tempo não desfaz.

Amor que nunca se ajoelhará pelo medo da solidão
Eternamente estará em todo o meu coração
Enchendo de alegria infinita a minha vida.
Seremos abençoados pelas mãos do senhor
Não sentiremos nenhum princípio de dor
E nossa história jamais será vencida.

Amor que eu creio ser o ápice da alegria
Hoje o que eu vejo,eu sei que antes não via
Uma clareza de sentimentos sem sombras de desconfiança.
Um sonho real que aos meus olhos parece milagre
Querendo que a luz da esperança nunca se apague
Vivo a cada dia esse amor que a mim nunca cansa.
       Alexsandro Menegueli Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário