quinta-feira, março 07, 2013

ALMA MORTA (05/03/2013)

O nevoeiro angustiado encobriu os meus livres pensamentos
Fui arremessado em um mundo repleto de incertezas
Sozinho por entre as ruas aclamadas por tristezas
Castigado sem misericórdia por terríveis tormentos.

O meu corpo foi levado pela fúria dos fortes ventos
A minha essência aprisionada por lúcifer nas profundezas
Porções de minha velha carne foram postas em várias mesas
Em um banquete infernal, por dezenas de anjos agourentos.

Enquanto bebiam o meu sangue, gargalhavam feito loucos
Para os templos debaixo da terra, iam contentes aos poucos
Se esconderem saciados num mundo onde a alegria se matou.

Nesse inferno subterrâneo, eu observava a chegada das aberrações
Em questão de segundos, o estrondoso fechar dos portões
Imerso a um caldeirão em alta fervura, a minha alma se dissipou.
                 http://alexmenegueli.blogspot.com.br/

Um comentário: