terça-feira, junho 26, 2012

DISPERSA PELOS MARES (26/04/05)

Esses dias foram sem sombras de dúvida, magníficos e prazerosos
Absorvi de forma inovadora, os detalhes desapercebidos de antes
Observei de todos os ângulos, os conceitos de um sincero amor
Erradicando de uma só vez, malefícios pequenos com força incessante.

As lágrimas não surgiram nem mesmo na hora costumeira
Os sorrisos me cercavam por todos os lados possíveis
Plenamente envolvido por sensações boas e leves
Alimentava o meu corpo perante as horas indescritíveis.

Ressuscitei sentimentos há muito adormecidos
Chorei pelos cantos da casa, explodindo em gratidão
Nesse instante a euforia, apagou as más lembranças
E tudo se tornou evidente, com o estender de tuas mãos.

Me senti o mais feliz, dentre todos os terráqueos
Gozava intensamente da alegria, flutuei como um falcão pelos ares
Por cinco dias sistemáticos, cultivei um amor consistente
E a tristeza impregnada em mim, dispersou-se pelos mares.
                Alexsandro Menegueli Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário